O CAMINHO DAS SOMBRAS

Qual a diferença entre uma pessoa normal e um monstro?

Trapped in purgatory
A lifeless object, alive
Awaiting reprisal
Death will be their acquittance

The sky is turning red
Return to power draws near
Fall into me, the sky’s crimson tears
Abolish the rules made of stone

 – Slayer, “Raining Blood”

Esse é o tema da crônica de Vampiros Mitológicos, O Caminho das Sombras, ambientada no mundo de Trevas. Serão histórias em que eu tentarei abordar o que essencialmente nos torna bons ou maus. O que diferencia alguém considerado “bom” e “normal” dos que trilham outros caminhos e são considerados maus ou mesmo monstros? Isso é apenas uma questão de pontos de vista ou existe mesmo uma medida universal para toda a humanidade?

– O mundo não é o que parece. Não existem certezas. As supostas verdades estão encobertas, somente podemos desvendar traços dela, e esses traços apenas sugerem algo terrível;

– Esse é um cenário cheio de violência e brutalidade ao extremo. Porém, como no mundo real, qualquer pessoa que acredite que a violência é  a solução para tudo logo terá muitos problemas.

Orientações para Criação de personagens:

-A história iniciará no ano de 1959, todos os personagens devem ser contemporâneos, europeus, ou residentes na Europa;

– Os personagens não se conhecem. Eventuais relações indiretas serão construídas ao longo das sessões iniciais;

– Todos os personagens devem ser completamente indiferentes à existência do sobrenatural;

– Não existe nenhuma restrição quanto ao tipo de personagem possível de ser construído, no entanto, evite extremos e a tentação do bizarro na criação de personagens;

– Não é necessário que toda uma história de personagem seja desenvolvida totalmente antes da primeira sessão. Entretanto, o objetivo dessas primeiras sessões é fazer com que os personagens se conheçam, iniciem uma relação, descubram a existência de um mundo além daquele que julgavam conhecer e, a partir daí, lidarem com as consequencias de seus atos. Isso que dizer que cada jogador precisa ter pelo menos uma noção clara de quem é esse personagem para darmos uma boa sequencia a narrativa.

Narrador: Lucas Bernardo Ramires

Daniel Graesser – Grecco Morais

Desmond Cadman – Leandro Zanchin

Personagens:

Daniel Graesser Nasceu em 1937 em Ruadon, Wrexham, Pais de Gales. Neto do Engenheiro Quimico James Graesser ele pertence a uma família extremamente influente no meio de companhias multinacionais do ramo químico.

Em 1953, com 16 anos, viaja para França aonde inicia os estudos em Engenharia Química, estudos estes inspirados por seu avô, depois que seu pai se distanciou dos negócios da família ficando apenas na administração da empresa. Durante a estadia na França, Daniel conhece Sthefany Queeny que estudava o mesmo curso, por quem acaba por ter um relacionado e ao termino dos estudos e ata noivado no mesmo ano (1957) então com 21 anos.

Em 1958 sua noiva Sthefany Queeny sofre um acidente fatal em um dos laboratórios que resultou em uma grande explosão e o incêndio do local. Stephany morre no terrível acidente, as autoridades dizem que a causa foi erro humano por parte de Sthefany, no entanto, havia o boato de que não havia sido acidente e sim um atentado devido a natureza militar secreta de algumas pesquisas desenvolvidas pela Graesser Chemical.

Com a morte da noiva, Daniel distanciou-se do contato social, ele tornou-se frio e arrogante. Ele substituiu os prazeres da vida pela razão e lógica. Fisicamente sempre se mantem muito bem arrumado, afim de não demonstrar nenhuma fraqueza.


CadmanDesmond Cadman 
Nasceu na Escócia em 1925, em uma pequena família de classe média.Vive uma vida solitária sem muito contato familiar, a maior parte de seu tempo ele dedica ao trabalho de investigação policial. Desmond vive sozinho em Londres desde que veio da Escócia para fazer o curso de Medicina, que abandonou para cursar direito.

Cadman tornou-se investigador policial devido ao fascínio causado por todas histórias que ouviu quando criança sobre o caso não resolvido “Jack, The Ripper”, caso este que foi acompanhado pessoalmente pelo seu avô que trabalhou como escritor local de um dos jornais de menor expressão em circulação na época.

O interesse de Cadman por crimes e violência o tornaram um grande investigador, Cadman foi um dos primeiros de sua turma e logo foi apontado pelos superiores para a divisão de crimes violentos de Londres. A carreira de Cadman causa inveja aos seus colegas na Scotland Yard, alguns até mesmo dizem que ele é um homem ambicioso que quer ser Comissário.

Recentemente Cadman foi designado para cuidar dos alarmantes casos de desaparecimento de jovens mulheres em Londres. Seis jovens desapareceram nos últimos meses e as autoridades e a imprensa começaram a pressionar a polícia por resultados.

Fichas de Personagem:

Ekimmu

Strigoi

Extras:

Kits de Personagem

Capitulos:

Peças do Quebra-cabeça

Contemplando as Trevas

Mergulho na Voragem

Aurora Sombria

Aliança de Sangues

– Interlúdio – Happy Dark New Year!

O Relato de Daniel Graesser

O Relato de Desmond Cadman

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: