Arquivo para novembro, 2012

O Relato de Desmond Cadman:

Posted in Literatura, RPG with tags , , , , , , , on novembro 29, 2012 by Lucas Bernardo Ramires

29/12

Faz dois dias desde que Markus sumiu e que deixei aquela mansão. Afinal, qual era a finalidade daqueles corpos no poço? E a banheira? Ainda estou tentando me acostumar. Não sei o que sentir. É estranho.

***

30/12

Chove lá fora. Ainda estou deitado na cama. O relógio marca 8:37 da manhã. Posso ver pela janela que não há sol. Me sinto muito cansado, sem animo, uma sensação semelhante de quando ficamos resfriados. Estou gelado. Tomaria um café, pois adoro seu cheiro. Mas não sinto mais vontade de sentir o seu gosto. Aos poucos parece que todas as coisas que eu sempre amei em minha vida, estão morrendo.

Sinto fome. Fiz café apenas para sentir seu cheiro e lembrar da vida que já tive. “Vida”. Não sei o que fazer. Como posso contar isso aos meus parentes? Me sinto mais forte agora. Já é noite.

31/12

Não sei o que aconteceu. Acordei em minha cama com as roupas rasgadas e com muitas marcas de sangue, como se tivesse entrado em uma briga. Minha fome passou. Sinto-me enfraquecido novamente, mas preciso sair. Preciso ir trabalhar.

Fui enviado para investigar um assassinato. A vítima é uma mulher, 28 anos, morena, 1,70m. Seu corpo foi encontrado no Hyde Park. Havia sinais de luta. As roupas da mulher estavam rasgadas. A causa da morte é um enorme ferimento em sua jugular. A vítima perdeu muito sangue, provavelmente devido ao ferimento, a terra deve ter absorvido boa parte do líquido. Não há testemunhas.

***

01/01/1959

Não consigo tirar este último caso de minha cabeça. Não é novidade para mim DO QUE eu preciso me alimentar (apesar de ainda relutar em acreditar), mas começo a considerar o fato de quem pode ser o autor deste crime. Não lembro dos eventos que aconteceram na noite do dia 30.

Nas páginas policiais do jornal está a foto da cena do crime e da descrição. O texto é praticamente meu.

A autoria da cena também.

***

02/01

Tenho certeza que fui eu. De que outra maneira minha fome seria saciada? Eles vão acabar chegando até mim de alguma maneira. Eu preciso ser mais cuidadoso. O que me espanta é não lembrar de nada. Eu não posso deixar isso acontecer novamente.

Aquela era uma pessoa igual a mim. No que eu me tornei? Aliás, como é possível tal coisa existir?

Não há mais sinais dos alemães, de Markus, tão pouco do Graesser.

Preciso de respostas. Mas antes eu preciso dar um fim em tudo isso. Devo desaparecer.

***

03/01

Matei outra pessoa! O corpo está aqui, estendido sobre a minha cama. Outra mulher. A conheci em um bar, onde começamos a conversar enquanto eu tentava tragar uma taça de vinho. Viemos até minha casa. Nunca antes havia sido tão fácil assim seduzir alguém. Quando me dei conta, estava em seu pescoço. Quando ela percebeu, olhando no espelho, tentou reagir, mas logo não tinha mais forças.

Nunca tinha me dado conta de quão frágil nós somos.

***

05/01

Juntei todo meu dinheiro, irei embora para o interior. Pretendo alojar-me na antiga mansão onde todo este terror começou. Estou em risco aqui, assim como todos ao meu redor.

***

06/01

Adeus antiga casa e antiga vida. Vou atrás de respostas. “Do pó ao pó”, sempre disseram.

É o que restará de tudo que já foi meu. Minha casa, meus pertences…

— —

Texto: Leandro Zanchin

Anúncios

Wild Thing

Posted in Literatura, RPG with tags , , , , on novembro 28, 2012 by Lucas Bernardo Ramires

Body count
Laying down mutilated
It’s your time to die
Desolate
Lurk your satisfaction climax with your death
All alone
You’re praying intimidated with my lust for fear
Dehumanise
Crying out stimulated
Your screams fill my soul

– Slayer, “Psycopathy Red”

Eu estava em um bar, tomando uma cerveja, quando na TV, eu vi a notícia sobre a morte de um garoto. Nada de anormal nos dias de hoje, em que jovens morrem tanto, tão cedo e de maneiras tão violentas. No entanto, as circunstâncias da morte do rapaz aguçaram minha curiosidade. O jornal dizia que um rapaz havia sido atacado por um urso ou outro tipo de animal selvagem, no estacionamento de um Supermercado. nas imagens do noticiário haviam policiais, repórteres e curiosos cercando a cena daquele terrível acontecimento. O jornalista que cobria o evento no local informou que alguns policiais e peritos da polícia passaram mal ao observar o que sobrou do rapaz espalhado pelo chão dos estacionamento do Supermercado.

Naquela noite eu não dei importância para o fato, mas isso mudou na noite posterior. Quando uma mãe e sua filha foram encontradas estraçalhadas no parque perto de sua casa, a polícia inicialmente suspeitou do marido. Afinal ele foi encontrado chorando sobre os corpos delas, com as roupas ensanguentadas. O homem foi levado sob custódia, terrivelmente abalado, no entanto, o marido foi logo descartado como suspeito depois que os peritos analisaram os corpos. Na imprensa também correu o boato de que  os corpos foram terrivelmente mutilados e parcialmente devorados. Eu normalmente gosto de ficar longe de problemas, mas alguma coisa me dizia que eu tinha que investigar o que estava acontecendo, então fui dar uma farejada por aí para ver o que descobria.

Fui até o estacionamento onde o rapaz foi encontrado. Até aquele momento eu não tinha certeza de nada e esperava que minha intuição estivesse errada. Havia chovido naquela madrugada após a morte do garoto, o que tornou muito mais difícil a minha investigação. Cuidadosamente evitei os dois patrulheiros sonolentos que guardavam o local, passei pelas linhas de isolamento da polícia e fui farejando o asfalto do estacionamento. Foi quando eu senti o cheiro daquilo que pegou o garoto. Eu esperava que fosse um urso ou na pior das hipóteses algum assassino maluco, no entanto, era algo muito diferente…

Depois naquela mesma noite invadi o necrotério para ver se conseguia alguma pista que a polícia tivesse deixado passar por não contar com nenhum detetive com as minhas habilidades. Não tive muita dificuldade para encontrar os corpos da mulher e sua filha, elas estavam naquelas horríveis e frias mesas de alumínio de necrotérios. Os corpos estavam terrivelmente mutilados. A mulher teve grande parte da carne do rosto e seios arrancadas, o pescoço tão descarnado, que o que mantinha a cabeça presa ao corpo era quase que somente a coluna vertebral. O delicado corpo da mulher ainda tinha grandes horríveis marcas garras. A menina, que devia ter por volta de seis anos, parecia uma pequena boneca que foi atacada por um cão feroz. Faltavam grande parte dos dedos, mãos e braços no diminuto corpo da menina. Em meio ao cheiro da sangue ainda fresco das vítimas, pude sentir o cheiro dele.

Quando as mortes começaram eu logo descobri o que estava acontecendo, não era eu que estava matando pessoas, mas fazia alguma ideia de quem, ou melhor, daquilo que estava cometendo esses crimes .Acho que desde o início instintivamente eu sabia o que estava acontecendo e o que era o responsável por aquelas mortes, no entanto, eu torcia para que meus instintos estivessem errados. Decidi que era minha obrigação acabar com aquilo e evitar mais mortes. Eu sabia que isso não seria fácil, precisava encontra-lo rapidamente e acabar com esses ataques de um jeito ou de outro. O tempo estava contra mim e infelizmente aquele era apenas o segundo dia de lua cheia…

The Order: Nova Cabala para Trevas

Posted in RPG with tags , , , on novembro 22, 2012 by Lucas Bernardo Ramires

Fundação: A seita surgiu no século XVI nas colonias inglesas na América do norte.

Base: Cidade de Silent Hill, Maine.

Atuação: Principalmente Nova Inglaterra e norte dos E.U.A.

Personalidades: Jennifer Caroll, Claudia Wolf, Dahlia Gillespie, Leonard Wolf, Dr. Michael Kaufmann,Vincent Smith.

Background: The Order é uma seita religiosa que surgiu a partir do sincretismo entre a religião cristã européia e as crenças da cultura de alguns povos indígenas norte-americanos.  Da mistura dos elementos religiosos cristãos europeus e nativo-americanos surgiu uma religião que prega a dor e o auto-sacrifício para a salvação.

O principal objetivo da Ordem é desencadear o apocalipse e alcançar o paraíso. Este paraíso significa muitas coisas diferentes para diferentes membros, mas os objetivos continuam os mesmos, a ressurreição de Deus. Cada facção do culto tem uma interpretação diferente de como esse objetivo pode ser alcançado. Alguns tentam ativamente acelerar esse evento, enquanto outros simplesmente se preparar para o inevitável.

A Ordem não acredita em termos de “bom” ou “mau”, apenas “caos” e “ordem”. Suas formas são cruéis e brutais, para garantir a ordem permanece no local. Para garantir a fidelidade e a disciplina, muitas crianças sob os cuidados da Ordem são tratadas com crueldade. A vida humana é irrelevante para eles, como eles são mais do que dispostos a sacrificar e matar para apaziguar Deus.
Muitos de seus rituais produzem efeitos misteriosos que desafiam qualquer lógica. Os líderes do culto possuem fortes ligações com o outro mundo.

Características:

Graus: A seita se divide em círculos de mistérios, que são organizados hierarquicamente a partir do alto conselho. Cada circulo foi fundado a partir de um círculo considerado superior são eles:

Alto Conselho: O propósito do conselho é ajudar na formação de novos círculos quando necessário. O conselho tem poder de decisão nos assuntos referentes a Ordem como um todo  e também é o Tribunal onde se arbitram e resolvem disputas internas na Ordem.

Circulo da Mãe: Este é considerado o grupo fundador da Ordem e hierarquicamente superior.

Circulo da Filha: Todos os membros da segunda geração formados a partir do circulo da Mãe.

Círculo dos Servos: Todos os membros da terceira geração formados a partir do circulo da Filha.

Seitas: A Ordem se divide em diversos seitas, cada um liderado por um sacerdote e com suas próprias especificidades e interpretações próprias da Religião.

Sect of the Holy Woman:Esta seita é liderada por Dahlia Gillespie. Eles acreditam que um dia Deus voltará para a Terra. No entanto, liderados por Dahlia esta seita tentou acelerar o renascimento de Deus por meio de um ritual de imolação, em que Dahlia usou sua própria filha como um sacrifício. Membros desta seita incluem Dahlia Gillespie, Claudia Wolf, Vincent Smith e Leonard Wolf. Eles acreditam que quando Deus vier ela trará o apocalipse e levará os fiéis ao paraíso. Claudia Wolf acredita que se Deus nascer da dor e ódio ela será mais misericordiosa.

Sect of the Holy Mother: Os membros deste séquito gerenciam uma instituição de caridade chamada Wish House, em essência um orfanato, com o qual os membros da seita pretendem criar e educar um conjurador que seja capaz de realizar o ritual sagrado para invocar Deus e coloca-lo em um objeto sagrado. Eles adoram a Mother Stone como algo sagrado e chamam a Deus “Holy Mother”. Os membros desta seita são um pouco mais pacifistas que os membros da seita  Holy Woman, apesar disso sua crueldade pode ser observada no tratamento dispensado aos órfãos sob a guarda da Wish House.

Sect of Valtiel: Esta seita é liderada por James “Red Devil” Stone. Eles se destacam por usar vestes cerimoniais vermelhas, capuzes pontudos e agir como carrascos em honra de Valtiel. Membros desta seita incluem James Stone, e George Rosten.

Sect of Shepherd’s Glen: Uma seita sem nome da Ordem tem sua sede no povoado de Shepherd´s Glen. Eles são um grupo dissidente, depois de ter rompido com o núcleo da Ordem para viver de um modo mais pacífico. Embora separado da Ordem, muitas de suas crenças centrais são semelhantes, incluindo a fé em seu Deus e um desejo de disciplina. As famílias fundadoras do povoado e formaram a seita fizeram um pacto com o seu Deus, se uma criança de cada uma das quatro famílias fosse sacrificada a cada 50 anos, Shepherd´s Glen seria poupado dos efeitos do Outro Mundo. Com falha de Adam Shepherd para cumprir sua parte do pacto, o acordo foi quebrado, e Shepherd´s Glen sofreu os rigores do Outro Mundo. Membros desta seita incluem Curtis Ackers, Adam Shepherd, Lillian Shepherd, Sam Bartlett, Martin Fitch, Margaret Holloway.

Fontes:

http://www.translatedmemories.com/index.html

http://silenthill.wikia.com/wiki/Silent_Hill_Wiki

http://silenthill.wikia.com/wiki/The_Order

%d blogueiros gostam disto: