Combustão Espontânea

Formas e Caminhos: Criar/Controlar/Fogo 5

Compenentes: Verbal e Material

Alvo: 1 pessoa

Duração: Instantânea

Dano: 5d6

Teste de Resistência: Teste bem sucedido de Constituição reduz dano à metade

Alcance: Não se aplica

Não se sabe qual a origem deste ritual, no entanto, estudiosos supõem que ele foi criado por grandes magos de alguma das Ordens do Fogo, como uma forma mais “sutil” de eliminação de inimigos. Este assustador efeito foi descrito pela primeira vez no século 17, por médicos e anatomistas franceses curiosos e assustados com os resultados do ritual. Os componentes materiais são uma mistura de algum fluido corporal da vítima, carvão, gordura e ossos humanos, que deve ser queimado pelo mago enquanto ele recita os versos do ritual. É um feitiço tão mortal que poucos sobreviveram a um ataque de Combustão Espontânea. Algumas partes semi-queimadas das extremidades do corpo, como pés e mãos, foram tudo o que restou da maioria das vítimas desse terrível efeito. O efeito começa queimando a vítima de dentro para fora, a origem do fogo místico parece ser o tórax de onde se espalha e devora quase todo o corpo da vítima.  O ritual tem a peculiaridade de que as chamas não causam dano ao ambiente onde a vítima se encontra, salvo algum resíduo ou manchas no local. Algumas testemunhas informaram também que a fumaça causada pelo ritual tem um nauseante cheiro adocicado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: